sexta-feira, 14 de agosto de 2009

O Significado das Cores dos Valores das Moças

- Fé (Branco): Significa a pureza.

- Natureza Divina (Azul): Faz-nos lembrar do céu e de onde viemos. Somos filhas de Deus.

- Valor Individual (Vermelho): Faz-nos lembrar do sangue de Cristo. O Salvador acreditou que não havia preço tão alto a ser pago por nós. Ele nos amou tanto que desejosamente pagou por nós com seu próprio sangue e sua própria vida. Ele sangrou por cada poro, pagou o preço infinito. Nós somos de grande valor para o Senhor e da mesma forma Ele deve ser para nós.

- Conhecimento (Verde): Faz-nos lembrar da Primavera, quando tudo começa a crescer. Nós também devemos continuar crescendo e aprendendo.

- Escolhas e Responsabilidades (Laranja): O Sinal de atenção em um Semáforo. Nós temos muitas escolhas a serem feitas e por isso precisamos orar sempre para tomarmos as decisões corretas. Precisamos usar a ATENÇÃO ao fazermos escolhas.

- Boas Obras (Amarelo): Raios de Sol. O ato de servir ao próximo nos faz sentir um calor em nosso coração assim como o Sol nos aquece. Somos sempre abençoados quando servimos.

- Integridade (Lilás): Cor Real. Tingir um tecido era muito difícil há muitos anos e extremamente caro, portanto somente as pessoas nascidas na realeza (Reis e Rainhas) tinham condições de comprar roupas na cor Lilás. Tornou-se, portanto, o símbolo da realeza. Somos filhos de um Rei.Filhas de um Pai Celestial. Um dia, se vivermos dignamente, seremos princesas e Rainhas. Precisamos ser íntegras para conseguir tal feito. Se tivermos integridade, teremos todos os valores em nosso coração também.

- Virtude (Dourada): Dois dias depois de os santos chegarem ao Vale do Lago Salgado, Brigham Young e seus companheiros subiram ao Pico Ensign. Ali no alto, desfraldaram um estandarte — uma faixa amarela, amarrada a uma bengala, que simbolizava um estandarte para as nações. Os santos deviam ser a luz, o estandarte. Em Abril de 2008, no mesmo Pico Ensign, nós três da presidência hasteamos um estandarte que fizemos com uma bengala e um xale peruano dourado. Aquele era nosso estandarte, nosso padrão para as nações — a nossa bandeira que conclama “o retorno à virtude”. A cor da virtude é dourada, porque o ouro é puro. Ele brilha. É macio, não é áspero nem grosseiro. É precioso. O ouro deve ser refinado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário